BARRANCOS
Barrancos

Município português fronteiriço, pertencente ao distrito de Beja, composto por uma freguesia (Barrancos). Em termos demográficos, a população, em 1991, era de 2000 residentes para uma área de 168 km2, e a variação da população residente entre 1960 e 1991 foi de -40%.

A economia municipal é essencialmente agro-pecuária e silvícola; existem no município algumas unidades económicas, como fábricas de cal, tijolo e cerâmica, e minas de ouro, cobre, ferro e outros metais.

A vila de Barrancos é sede de município, e registava uma população, em 1991, de cerca de 2000 residentes. A vila localiza-se bastante próximo da fronteira luso-espanhola, e o seu isolamento físico (no extremo mais oriental do território continental) tem originado alguns problemas sociais.

património

O castelo de Noudar (do século XIV) e a igreja de Nossa Senhora do Desterro, ambos em ruínas, são elementos significativos do património edificado.

história

Foi conquistada em 1167 aos muçulmanos por Gonçalo Mendes da Maia e mandada povoar por D. Sancho I, em 1200. O topónimo inicial foi Noudar. Barrancos era uma aldeia e Noudar uma vila. À medida que Noudar foi perdendo importância, Barrancos cresceu, acabando por ser sede de concelho. Os forais recebidos datam de 1295 e 1513 e foi com a designação de Barrancos que, em 1513, recebeu foral de D. Manuel I.
58 photos · 1 video · 16,409 views