FIGUEIRA DA FOZ
Figueira da Foz

Município litoral português pertencente ao distrito de Coimbra, compreendendo 17 freguesias (Alhadas, Alqueidão, Bom Sucesso, Borda do Campo, Brenha, Buarcos, Ferreira-a-Nova, Lavos, Maiorca, Marinha das Ondas, Paião, Quiaios, Santana, São Julião da Figueira da Foz, São Pedro, Tavarede e Vila Verde). Em termos demográficos, a população, em 1991, era constituída por cerca de 61 600 residentes para uma área bruta de 354 km2, e a variação da população residente entre 1960 e 1991 foi de 7%.

A economia municipal assenta na pesca, na construção naval, na agro-pecuária, nas indústrias alimentares e de cimento, no comércio retalhista e, essencialmente, no turismo (hotelaria e restauração), destacando-se ainda a administração local.

Localizada na foz do rio Mondego, na sua margem direita, a ocidente da cidade de Coimbra, a cidade da Figueira da Foz é sede de município e registava uma população de cerca de 25 900 residentes, em 1991. A cidade da Figueira da Foz circunscreve-se às freguesias de Buarcos, São Julião da Figueira da Foz, Tavarede, Vila Verde e São Pedro.

património

O património edificado mais significativo inclui os pelourinhos da cidade (1782, construído aquando da elevação a vila) e de Buarcos; a igreja de Santo António (único vestígio do antigo convento franciscano, quinhentista); as capelas de Santa Catarina (do século XVII), de Nossa Senhora da Conceição (com talha seiscentista), da Misericórdia, em Buarcos, e do Senhor Bom Jesus da Paciência (do século XV), em Maiorca; as ruínas do Paço de Tavarde; a casa do Paço (revestida com azulejos holandeses do século XVII). O rio Mondego e orla costeira constituem os elementos mais significativos do património natural do município.

história

Existem vestígios de ocupação humana já no neolítico e, depois, nas épocas castreja e luso-romana. O mais antigo registo documental data de 1096, altura em que a região foi doada à Sé de Coimbra.

Figueira da Foz foi vila em 1771 e nunca teve foral; só o tiveram as antigas sedes do município: Buarcos, 1342, e Tavarede, 1516.

Salienta-se o importante papel desempenhado durante o período das invasões francesas. Aqui desembarcaram diversos contigentes ingleses que participaram nas lutas contra as forças napoleónicas.

Foi elevada à categoria de cidade em 1882.
193 photos · 34,475 views
1