LAGOA (Algarve)
Lagoa

Município litoral português, pertencente ao distrito de Faro, compreendendo 5 freguesias (Carvoeiro, Estômbar, Ferragudo, Lagoa Parchal e Porches). Em termos demográficos, a população, em 1991, era constituída por cerca de 16 800 residentes para uma área bruta de 89 km2 e a variação da população residente entre 1960 e 1991 foi de 21%.

A economia municipal assenta nas actividades da pesca, da agro-pecuária, da indústria alimentar, da silvicultura, da construção civil, das obras públicas e, essencialmente, do turismo (restauração e hotelaria), destacando-se ainda a administração local e algumas actividades de prestação de serviços privados.

Localizada relativamente próximo do litoral sul, a leste da cidade de Portimão, a vila de Lagoa é sede de município e registava uma população de cerca de 3500 residentes em 1991.

património

O património edificado mais importante inclui o forte e a capela de Nossa Senhora da Rocha, o convento de São José (fundado em 1713), a igreja matriz (reconstruída no século XIX, com fachada neoclássica e elementos do barroco no interior), a igreja da Misericórdia (barroca, com azulejos setecentistas), as igrejas paroquiais de Estômbar e de Porches, os Paços do concelho (instalados numa antiga capela) e vários edifícios de raiz manuelina. O litoral municipal constitui o elemento mais significativo ao nível do património natural.

história

O topónimo deriva da proximidade, no início do povoamento, de um grande campo alagado.

A reconquista definitiva do Algarve aos mouros (reinado de D. Afonso III) teve aqui o seu início, com a tomada em 1243 da desaparecida fortaleza de Estômbar. Em 1731, ano em que foi elevada a vila, Lagoa passou a constituir concelho — antes pertencia ao concelho de Silves.

Em 1755, quase foi arrasada pelo terromoto de má memória para grande parte do país.
402 photos · 14,766 views
1 3 4 5