new icn messageflickr-free-ic3d pan white
View allAll Photos Tagged Bèlas Arts

Piratininga - Niterói.

 

O Museu Nacional de Belas Artes MNBA é um dos mais importantes museus de arte do Brasil, localizado na cidade do Rio de Janeiro.

 

Embora o museu tenha sido criado oficialmente apenas em 13 de janeiro de 1937 - e inaugurado em 19 de agosto de 1938 - sua história é bem mais antiga, e remonta à chegada da família real portuguesa ao Rio de Janeiro em 1808, já que Dom João VI se fez acompanhar de um conjunto de obras de arte, algumas das quais permaneceram no país depois de seu retorno à Europa e figuram como o núcleo inicial da coleção.

 

O acervo do museu teve início com o conjunto de obras de arte trazidas por Dom João VI, em 1808, e foi sendo ampliado ao longo do século XIX e início do século XX com a incorporação do acervo da Escola Nacional e outras aquisições, e hoje conta hoje com cerca de 15.000 peças, entre pinturas, esculturas, desenhos e gravuras de artistas brasileiros e estrangeiros, além de uma coleção de arte decorativa, mobiliário, arte popular e um conjunto de peças de arte africana.

 

Na pintura se destaca o grande acervo de arte brasileira, o mais importante do país, que permite a reconstituição, com grande variedade de exemplares de primeira linha, de toda a trajetória da pintura brasileira desde o início do século XIX até os dias de hoje. Foi formado primeiramente com peças dos integrantes da Missão Francesa (Nicolas-Antoine Taunay, Félix Taunay, Jean Baptiste Debret), com a obra dos estrangeiros que participaram do círculo da Academia Imperial

e com a produção de brasileiros, professores ou alunos da Academia Imperial, como Victor Meirelles, Agostinho José da Mota, Pedro Américo, Almeida Júnior, Henrique Bernardelli, Rodolfo Amoedo, Pedro Weingärtner, Zeferino da Costa, Belmiro de Almeida, Antônio Parreiras, Décio Villares, Galdino Guttman Bicho, Arthur Timótheo da Costa e Eliseu Visconti. Entre os artistas modernos destacam-se Candido Portinari, Carlos Oswald, Djanira, Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Vicente do Rego Monteiro, Antônio Bandeira, Guignard, Cícero Dias, Lasar Segall, José Pancetti, e Jorge Guinle Filho. Os períodos colonial e modernista estão representados com menor número de peças. Entre as obras mais conhecidas do público estão: Café (Portinari), Gioventù (Eliseu Visconti), Batalha do Avaí (Pedro Américo) e A Primeira Missa no Brasil (Victor Meirelles).

 

A coleção de escultura também teve origem no legado da Academia Imperial e da Escola Nacional, que incluía uma série de cópias de estátuas célebres da antiguidade e outras produzidas por professores e alunos.

Dentre os estrangeiros, ligados ou não ao Brasil, figuram Zéphyrin Ferrez, Auguste Rodin, François Rude e Franz Weissmann.

fonte wikipedia.

 

♪ ♫ ♪ ♫ ♪ ♫ ♪ ♫ ♪ ♫ ♪

 

[ ♪ ] Música do Dia - Adriana Calcanhoto - Esquadros

 

Esse dia foi a estréia do meu tripé. Para primeira vez eu acho que ficou bom e quase tudo alinhado.

Copyright © 2009.Rita Barreto. All rights reserved.

REPRODUÇÃO PROIBIDA - ® Todos os direitos reservados.

www.ritabarreto.com

  

GRUPO LUMINOUS DE FOTOGRAFIA

www.grupoluminous.com.br

 

Classificação do Luminous na Bienal Natureza - 1º lugar com 753 pontos

Classificação do Luminous da Bienal Cores - 1º lugar com 1.049 pontos

 

Categoria Cores - De 210 escolhidas 54 são do Grupo Luminous

Categoria Natureza - De 110 escolhidas 39 são do Grupo Luminous

  

www.confoto.art.br/bienal09natautor.php

www.confoto.art.br/bienal09nataceito.php

    

De 06 a 30 de junho de 2009

Abertura e exposição

MIS - Museu da Imagem e do Som - Casa da Cultura de Ribeirão Preto

 

De 08 a 23 de junho de 2009

Fotos premiadas das Bienais - Exposição no 3º Subdistrito - Registro Civil das Pessoas Naturais de Ribeirão Preto

 

De 06 a 21 de julho de 2009

Homenagem ao Dia do Meio Ambiente

Exposição de Fotos da I Bienal de Arte Fotográfica de Natureza em Cores

no Espaço Cultural do Shopping Santa Úrsula - Ribeirão Preto

 

Para ver todas clique aqui

 

www.confoto.art.br/bienal09aceito.php

  

"A Mosca " Aceitação na I Bienal de Arte Fotográfica Natureza em Cores.

Centro, Rio de Janeiro.

 

Rare aerial view of Rio de Janeiro Downtown, showing the National Library, National Museum of Fine Arts (MNBA), several iconic buildings of the city and Rio Branco Avenue.

A pegada de Ibarrola

Agustín Ibarrola en Celorio.O elemento máis característico deste ecoespazo é a intervención escultórica e pictórica do escultor vasco Agustín Ibarrola (Basauri, Biscaia, n. 1930), que xa realizara obras semellantes no Bosque de Oma, cerca de Guernica, ou o "Bosque Encantado", na beira do río Tormes (Salamanca). Consiste nunha exposición ó aire libre de rochas de granito e lousa de formas e tamaños diversos, distribuídas irregularmente e pintadas con motivos xeométricos e naturais. A intervención inclúe tamén pinturas sobre os troncos e ramas principais dalgunhas árbores.

 

Para a súa realización utilizáronse materiais recuperados das canteiras galegas (unhas 600 toneladas de pedra), pintura biodregradable e enerxías renovables. Colaboraron na súa construción membros do taller de divulgación vigués "Renovart los espacios" [1] e alumnos das facultades de Belas Artes españolas.

 

A intervención foi inaugurada en 1999. A intención do artista foi transforma-lo medio mediante a harmonización da pedra, terra e auga, elementos habituais e presentes na cultura galega de tódolos tempos, decorados con motivos de raíz celta, segundo o autor, que quedan así integrados nun mesmo espazo xeográfico. Buscaba, di o autor, crear un espazo natural que respecte tanto a natureza como a tradición e a historia de Galicia, propósito que influíu na elección da data de inauguración, na noite de San Xoán.

 

Ibarrola calificouno como "la obra más importante de mi vida" e engadíu que "He puesto en O Rexo todo lo que sabía e incluso lo que no sabía".

 

Fonte: Galipedia.

  

Samsung digital camera

Berusaha Mencari Rezeki

  

Hadith :

 

Rasulullah s.a.w bersabda, maksudnya:“Meraka yang mencari harta dunia (kekayaan ) dengan jalan yang halal dan menahan dirinya dari meminta-minta (tidak menjadi pengemis ) dan berusaha mencari nafkah untuk keluarganya serta belas kasihan, kasih sayang terhadap jiran tetangganya, nescaya di hari kiamat kelak ia akan berjumpa dengan Allah dengan mukanya berseri-seri seperti bulan purnama pada waktu malam.”

 

Riwayat At-Tabrani

 

agamaxcreations.blogspot.com/

www.facebook.com/#!/Agamax.Creations

A tela

 

Todos os direitos reservados, sendo proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens para fins comerciais ou não, em qualquer mídia ou meio de comunicação inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação, conforme LEI N° 96.610/1998, que rege sobre o Direito Autoral e Direito de Uso da Imagem

Galeria de Arte Brasileira do Século XIX do Museu Nacional de Belas Artes - Rio de Janeiro.

Calçada do MNBA (Museu Nacional de Belas Artes)

Ártemis/Diana caçadora, dita de Versalhers (séc. I-II d.C.)

1 3 4