new icn messageflickr-free-ic3d pan white
View allAll Photos Tagged Arte Nicaraguense

La McMona (after Duchamp)

Linocut on Rives Paper. 2009

Master Prints Series.

De que mal morira? (after Goya)

Linocut on HW Rives Paper. 2010.

Master Prints Series.

El Niño y la Nube (after Amighetti)

Woodcut on BFK Rives Paper. 2010.

24" x 14"

Master Prints Series.

The Scream - Der Schrei der Natur - Skrik - El Grito. (after Munch)

Linocut on Rives Paper. 2009.

Master Prints Series.

El Dios de Los Pobres II.

Pro-Obras Benéficas Niños Costarricenses y Conservación de la Naturaleza.

San José, Costa Rica. 1996.

The Jungle (after Lam)

Linocut on BFK Rives Paper. 2010.

Image Size: 19.5 x 18.5”

Master Prints Series.

Sala de Exposiciones Marco Aurelio Aguilar Mata.

Colegio Universitario de Cartago, CUC. Cartago, Costa Rica. 2004.

Venus 2.0 (after Botticelli)

Linocut on Hosho Paper.

12" x 11". 2009.

Master Prints Series.

"Madre del Desaparecido" / Mother of the Disappeared.

Original Limited Edition Linocut Print on Mulberry paper by Carlos Barberena.

Published by University of Wisconsin Stout Print Club, 2014.

Les Demoiselles d'Avignon (after Picasso)

Linocut on BFK Rives paper. 2010.

Master Prints Series.

Prometheus II (after Leon Golub)

Linocut on BFK Rives Paper. 2010.

Image Size: 22” x 18”

Master Prints Series.

NOTICIA DE ÚLTIMA HORA: na Tribuna da Imprensa - CADERNO BIS - Márcio G.

 

PARABÉNS LAURO HENRIQUE!

  

DAY AFTER: está Inaugurada a Salle Pleyel !

  

Abrindo as comemorações dos 25 anos da L'Art Produções Artísticas;

lançamento oficial do site cdclassic.com.br agora com CDs à La Carte: você escolhe a música que você quer no disco entre os 1500 fonogramas do acervo da L'Art e a capa que este cd terá! ENTRA NO AR A QUALQUER MOMENTO AINDA ESTA SEMANA.

Tudo personalíssimo. Para conferir,

cdclassic.com.br

  

- "... ando hoje pela casa acrescida da alegria de ontem, do privilégio de tudo que aconteceu."

 

Moura Castro chegava da Colombia, depois de Barcelona, depois St Petersburgo, depois de tournée pela Itália: um dínamo. E hoje cedo já seguiu para Brasília para novos compromissos. Foi uma festa: atendeu todos os pedidos e foi calorosamente aplaudido de pé.

 

Odette cumpriu a promessa e nos deliciou com sua história de como foi presa aos 18 anos, em 1947, na Salle Pleyel de Paris, junto com um grupo de músicos que fazia protesto contra a guerra. (você veja como esse assunto arrebata!)

 

A noite foi rica em histórias e encontros musicais.

Ouvimos Chopin por Luiz Carlos; Odette contou histórias entremeadas da música de Debussy, Kachimbinho e Radamés Gnatalli. Fernanda Canaud interpretou Radamés e Ernesto Nazareth.

Lícia Lucas, ao final declarou: que lindo, faço o próximo.

 

Ao todo 28 pessoas envolvidas pela música!

A arquibancada foi um sucesso: ao abrir a salinha foram os lugares escolhidos em primeiro lugar. A visão é ótima.

 

Nossa caixa postal se encheu de mensagens felizes... Todos querendo mais.

 

A semente está plantada. Breve serei eu a inaugurar a Pequena Galeria de Arte. Farei isso assim que voltar de uma curta viagem ao exterior.

  

Entre os presentes:

Os musicistas Luiz Carlos Moura Castro, Odette Ernest Dias, Fernanda Canaud, Licia Lucas, Paulo Kolb (de Barcelona, Espanha de passagem pelo Rio), o Maestro João Genúncio; o jornalista Rui Zilnet; a escritora Jandyra Moniz Torres; a arqueóloga Maria Helena da Cunha; as designers Daniela Grumbach Bandeira de Melo e Beatriz Alves Pinto; Dr José Ricardo Veloso; a fotógrafa Marina Carvalho; o empresário nicaraguense Marne Serrano; a maneger Célia Martini; o advogado Alberto Esteves Ferreira; Francis Saraiva; Rita Alsina, o web designer Henrique Kywal; Helô Brum, Karla Santanna, ...

 

Amigos do fotolog e do flickr abrilhantaram.

 

*****

 

Aqui vai uma pequena apresentação do Moura Castro:

 

LUIZ CARLOS MOURA CASTRO é presidente do Instituto Liszt Internacional de Nova York, da Conferência Internacional de Pedagogia Musical, em Genebra, do Instituto de Pedagogia do Piano, na Catalunha e o decano da Universidade de Hartford. Tem mais de 20 discos gravados, quase todos na L’Art.

  

*****

 

Identificando, nos ótimos clics de Marina Carvalho (/morgana) e Beatriz Alves Pinto.

 

Foto 1:

vista da arquibancada.

 

2: a escritora Jandyra Moniz Torres.

 

3: Moura Castro, Sonia Madruga, Paulo Kolb, Célia Martini.

 

4: Luiz Carlos in concert.

 

5: Maria Helena da Cunha (minha mãe) e Sonia Madruga.

 

6: A design Daniela Grumbach Bandeira de Melo (de uva) ao lado de Lícia Lucas.

 

7: Fernanda Canaud.

 

8: Odette Ernest Dias.

  

Volto dia 5 de setembro.

 

Agradeço a presença,

Beijos e até a próxima

 

Sonia Madruga

 

O roteiro desta viagem -> www.flickr.com/photos/soniamadruga/215393438/in/photostre...

17th International Exlibris and Small-sized Graphics Competition of Sint-Niklaas 2009.

International Exlibriscentrum, Stedelijke Musea, Sint-Niklaas, Belgium.

Ofrenda (after Gauguin)

Linocut on Paper. 2009.

Collaborative Limited Edition Printmaking Portfolio Project with the theme "Thresholds to Conservation" McAllen, TX

  

"Self Portrait". Etching/2002.

XIII IBERO - AMERICAN ART SALON. "Identity Imprint". A Glance at IberoAmerican Printmaking.

Mexican Cultural Institute.

Washington DC. USA. 2004-2005.

  

The Four Horsemen of the Apocalypse (after Dürer)

Linocut on BFK Rives Paper 300 grms.

Image Size: 36" x 26"

Original Limited Edition / 25 Prints. 2011.

Assunto sério e triste!!

Leiam com atenção!!

 

Texto retirado de:

www.interney.net/blogs/inagaki/2007/10/17/o_cachorro_que_...

 

Em agosto deste ano, Habacuc criou uma instalação intitulada "Exposición N° 1", em uma mostra realizada na Galeria Códice, localizada em Manágua, capital da Nicarágua. Ao som do hino sandinista tocado ao contrário, os visitantes se deparavam, na entrada da exposição, com uma frase na parede ("eres lo que lees") cujas letras eram formadas por comida de cachorro.

 

Logo adiante, os visitantes eram surpreendidos pela seção mais polêmica da instalação de Habacuc: um cachorro enfermo, que teria sido capturado nas ruas de Manágua, preso em um canto da galeria. Segundo o "artista", sua obra representava uma homenagem a Natividad Canda, um nicaraguense morto recentemente devido a um ataque feito por dois cães da raça rottweiler. Justificou, desta maneira, a captura de um cachorro indefeso e doente, que também recebeu o nome de Natividad. Que não recebeu nenhum auxílio veterinário, não foi alimentado e, apesar dos pedidos de vários freqüentadores da exposição para que fosse solto, permaneceu amarrado até o dia seguinte à inauguração da instalação, quando morreu de fome diante dos olhares dos espectadores.

 

Diante da polêmica que certamente desejava causar, Guillermo Vargas Habacuc afirmou: "O importante para mim era constatar a hipocrisia alheia. Um animal torna-se foco de atenção quando o ponho em um local onde pessoas esperam ver arte, mas não quando está no meio da rua morto de fome". E arrematou: "O cachorro está mais vivo do que nunca porque segue dando o que falar".

 

Habacuc é um dos artistas selecionados para participar da edição de 2008 da Bienal Centroamericana de Honduras. Porém, uma petição online circula solicitando que a indicação de Guillermo Vargas para a Bienal seja revista. Faço minhas as palavras de Rosa Montero: "não seremos capazes de respeitarmos a nós mesmos se não respeitarmos os demais seres vivos".

 

***********************************************

 

Vamos assinar a Petição. Meu número é 27330 e o seu??

 

www.petitiononline.com/13031953/

  

Centro Cultural Paseo de Arte.

Granada, Nicaragua. 2002.

GAIA. estrago ecológico.

Biblioteca José Coronel Urtecho UCA. Managua, Nicaragua. 2009.

BARBERENA - DE LA ROCHA. Gráfica Contemporánea.

Museo Antiguo Convento de San Francisco. Granada, Nicaragua. 2007.

Sala Latinoamericana. Palacio Nacional de la Cultura. Managua, Nicaragua. 2008.

Teatro Municipal "José de la Cruz Mena". León, Nicaragua.

BIMPE V

Biennial International Miniature Print Exhibition. Canada 2008.

Untitled (after Haring)

Linocut on BFK Rives Paper. 2010.

23.9” x 16.8”

Master Prints Series.

100.

Una Exposición por la Despenalización de Aborto Terapeutico en Nicaragua.

Casa CISAS, Managua, Nicaragua. 2008.

Casa de Salud Debayle. León, Nicaragua. 2008.

Ella es Flor Marilìa Aguado, actriz de teatro nicaraguense

Cesi n'est pas une pipe (after Magritte)

Master Prints Series.

BIMPE V

Biennial International Miniature Print Exhibition. Canada 2008.

Galería Praxis, Managua, Nicaragua, 1997.

Foto-Transfer sobre Papel hecho a mano.

República Bolivariana de Venezuela. 2007.

Revolução Nicaraguense- 1979

   

óleo s/ tela 50 x 80 cm.

Arte Contemporáneo de Michoacán y Nicaragua.

Linocut on BFK Paper, 250grms. 2010.

Master Prints Series.

Años de Miedo. Galeria Nacional. San José, Costa Rica. 2001.

Alianza Francesa. Managua, Nicaragua, 2010.

3 Artistas 3 Propuestas 3 Hermanos.

Museo Antiguo Convento de San Francisco. Granada, Nicaragua. 2004.

Centro Cultural Paseo de Arte.

Granada, Nicaragua. 2002.

Estoy ni más ni menos que junto a la futura reina de belleza nicaraguense, quien a demás es mi compañera de clases, su nombre es Abigail.