new icn messageflickr-free-ic3d pan white
São Miguel dos Milagres | by Rodrigo_Soldon
Back to photostream

São Miguel dos Milagres

São Miguel dos Milagres é um município brasileiro do estado de Alagoas. Sua população estimada em 2004 era de 6.354 habitantes.

 

Chamava-se, antes, Freguesia de Nossa Senhora Mãe do Povo. Mudou sua denominação, segundo a tradição, depois que um pescador encontrou na praia uma peça de madeira coberta de musgos e algas marinhas. Ao levá-la para casa e fazer sua limpeza, descobriu que se tratava de uma imagem de São Miguel Arcanjo, provavelmente caída de alguma embarcação. Ao terminar o trabalho de limpeza, o pescador descobriu espantado, que uma ferida persistente que o afligia há tempos estava totalmente cicatrizada.

 

A notícia logo se espalhou, fazendo com que aparecessem pessoas em busca de cura para suas doenças e de novos milagres. Sua colonização tomou corpo durante o período da invasão holandesa, quando moradores da sofrida Porto Calvo fugiram em busca de um lugar seguro para abrigar suas famílias e de onde pudessem avistar com antecipação a chegada dos inimigos batavos. A capela inicial, que deu origem à freguesia estabelecida pela Igreja Católica, foi dedicada a Nossa Senhora Mãe do Povo.

 

Sua história está ligada, pela proximidade, à de Porto de Pedras e à de Porto Calvo, antigo Santo Antônio dos Quatro Rios ou, ainda, Bom Sucesso. Disputa com Porto de Pedras a primazia de ser a sede do Engenho Mata Redonda, onde ocorreu a célebre batalha do mesmo nome travada, entre o exército holandês e as forças luso-espanholas e vencida pelo General Artikchof. É compreensível a querela, uma vez que os atuais municípios não estavam formados e os limites eram imprecisos. Por muito tempo, o Engenho Democrata foi destaque na produção de açúcar na região. Igualmente, o povoado foi líder na produção de cocos, quando ainda pertencia a Porto de Pedras.

 

Foi elevado à vila em 09 de junho de 1864 e, a partir de 1941, um grupo de moradores, entre eles Augusto de Barros Falcão, José Braga, Aderbal da Costa Raposo e João Moraes vinham reivindicando sua emancipação do município de Porto de Pedras. A emancipação política começou no dia 6 de junho de 1960. E pela Lei 2.239, de 07 de junho de 1960, São Miguel dos Milagres emancipa-se, separando-se de Porto de Pedras.

 

Texto by: pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%A3o_Miguel_dos_Milagres

 

-------------------------------------------

 

São Miguel dos Milagres is a municipality in the state of Alagoas. Its estimated population in 2004 was 6,354 inhabitants.

 

His name was before, Parish of Our Lady Mother of the People. It changed its name, according to tradition, after a fisherman found the beach a piece of wood covered with mosses and seaweed. To take it home and do your cleaning, she discovered that it was an image of St. Michael the Archangel probably fallen in some vessel. When you finish the cleaning work, the fisherman discovered amazed that a persistent wound that afflicted him for days was totally healed.

 

The news soon spread, causing appeared people seeking cures for their diseases and new miracles. Colonization took shape during the period of Dutch invasion when residents suffered Porto Calvo fled in search of a safe place to house their families and where they could sight in advance the arrival of the Batavians enemies. The original chapel, which gave rise to the parish established by the Catholic Church was dedicated to Our Lady Mother of the People.

 

Its history is linked by proximity to the Porto de Pedras and Porto Calvo, former St. Anthony of the Four Rivers, or even Bom Sucesso. Dispute with Porto de Pedras the primacy of being the seat of the Engenho Mata Redonda, where there was the famous battle of the same name fought between the Dutch army and the Luso-Spanish forces and won by General Artikchof. the complaint, since the current municipalities were not formed were inaccurate and limits is understandable. For a long time, the Democratic Engenho was featured in sugar production in the region. Also, the town was the leading producer of coconuts, when still belonged to Porto de Pedras.

 

It was elevated to the village on June 9, 1864, and from 1941, a group of residents, among them Augusto de Barros Falcão, José Braga, Adherbal Costa Raposo and John Moraes came claiming emancipation of Porto de Pedras municipality. Political emancipation began on June 6, 1960. And by Law 2239 of 07 June 1960, São Miguel dos Milagres is emancipated, by separating from Porto de Pedras.

Google Tradutor para empresas:Google Toolkit de tradução para appsTradutor de sitesGlobal Market Finder

 

820 views
0 faves
0 comments
Taken on April 21, 2016