Simpa defende manutenção das atividades de esporte e saúde em Porto Alegre
O Simpa esteve presente no 24º Encontro Sobre Envelhecimento promovido na Praça Ararigbóia, no bairro Petrópolis, nesta manhã (28/9), para defender a saúde e o esporte público. Em nova decisão arbitrária, Marchezan comunicou que os professores que atuam nas praças e ginásios da cidade sejam cedidos à secretaria de Educação para suprir a falta de RH nas escolas.

O prefeito demonstra desconhecimento ou sua intenção é o desmonte dos serviços públicos. A maior falta de professores são nas disciplinas de português, matemática, geografia e nas séries iniciais e supervisão, entre outros.

Ao invés de realizar concursos públicos, ele retira os professores vinculados à extinta SME – Secretaria de Esportes, Recreação e Lazer e impede a realização das aulas que promovem saúde pública há mais de anos na cidade. A medida causou impacto nas comunidades usuárias dos equipamentos de esporte e lazer. Professores e aposentados ligados aos centros defenderam a manutenção das atividades.

Estavam presentes no encontro de hoje alunos do CEGEB, Praça Darcy Azambuja, Ginásio Tesourinha, Parque Ararigbóia, Parque Ramiro Souto, CECOPAM, Ginásio Lupi Martins, Parque Alim Pedro, CEVI, CEPRIMA e CECOV.
MARCHEZAN MENTE
Segundo o prefeito, o Ministério Público está pressionando seu governo para esta medida. Mas o Simpa sabe que não passa de nova mentira de Marchezan! Na verdade, o MP está solicitando a realização de concurso público para prover o quadro e não para retirar de outras Secretarias.

O MP ajuizou o caso de três escolas que faltam professores e declarou em seus termos a determinação de realização de concurso público imediatamente. Ou, em segundo caso, a realização de contratação emergencial de professores para suprir a necessidade enquanto o concurso não esteja pronto para nomeação.

O Simpa está do lado dos servidores cedidos e da população que não vai perder o direito à saúde e ao esporte!
20 photos · 6 views