Municipários encerram greve, com retorno ao trabalho segunda (10/9)
Em greve há 38 dias, os trabalhadores municipários votaram por suspender o movimento paredista e manter o estado de greve, nesta tarde (6/9), durante a assembleia geral da categoria. Os municipários seguem mobilizados contra os ataques do governo Marchezan e ajuizarão o dissídio de 2018. A greve da categoria iniciou no dia 31 de julho, pela Data Base 2018, para derrotar os PLs do Executivo que atacam os trabalhadores e pela defesa dos serviços públicos.

GRENAL FORA MARCHEZAN
No domingo próximo, a categoria está convocada a participar de uma ação de denúncia do prefeito, no Estádio Beira Rio. O “Grenal Fora Marchezan” terá concentração às 15h, na Praça Júlio Mesquita, do Aeromóvel, em frente à Usina do Gasômetro. É importante a presença de toda a categoria para continuar dialogando com a população. Expondo, por exemplo, a falta de 600 professores na rede de ensino, mais de 200 profissionais da saúde no HPS, a privatização do DMAE, o desmonte da FASC, as centenas de buracos, entre outros.
Um novo ato unificado dos municipários com os movimentos sociais foi agendado para o dia 14 de setembro. A reunião de organização é aberta para toda categoria, na segunda-feira (10/9), às 18h, no auditório do Pronto Atendimento Cruzeiro do Sul (PACS).
54 photos · 32 views