flickr-free-ic3d pan white

Esquina do Pecado

És da minha vida

a página que não virei,

solta,um tanto gasta

pelas vezes que a folhei.

És a dor profunda

de um amor mal resolvido

que ainda fere qual punhal,

voraz,decidido.

 

Guerra das minhas rimas

e razão dos seus ais

és o doce céu do sonho

que não tenho mais.

Momentos se perderam

no afã de se buscar

outros mundos,outra vida,

outro alguém para amar.

 

Nos planos que tracei

não seguimos lado a lado.

Nos perdemos deste amor,

na esquina do pecado

de não ter querido

dar pra ti meu coração.

 

Agora nem mais lágrimas vertem

do meu pranto

embora a mágoa

que eu sinto pelo desencanto

mata-me, aos poucos,

nos versos desta canção.

  

Manuel Rodrigues

160 views
0 faves
29 comments
Taken on March 19, 2011