new icn messageflickr-free-ic3d pan white
Hyde Park | by Marcio Cabral de Moura
Back to photostream

Hyde Park

Originalmente, a área onde hoje se encontra o parque era propriedade dos monges da abadia de Westminster. Foi adquirida em 1536 pelo rei inglês Henrique VIII, que, acompanhado de membros da corte, tinha, como hábito, caçar na região. O uso do parque Hyde (nome que vem de hide, uma unidade de medida que compreende em torno de 0,24 a 0,49 km², sendo esse o tamanho original do parque) era restrito à caça até o reinado do rei inglês Jaime I, quando o parque passou a ter acesso limitado. Somente em 1637, sob o reinado do rei inglês Carlos I, o público em geral teve sua entrada permitida.

Em 1665, quando a peste negra dizimava a população londrina, muitos decidiram acampar no parque, na esperança de serem poupados da doença.

No fim do século XVII, o rei inglês Guilherme III transferiu a corte para o palácio de Kensington. Considerando que o caminho até o palácio de São Tiago era demasiado perigoso, em 1690, o rei decidiu instalar trezentas lâmpadas a óleo numa estrada que atravessava o parque Hyde (esta acabou sendo a primeira estrada artificialmente iluminada do país). Essa nova via ficou (e ainda é) conhecida como Rotten Row, que é uma versão inglesa do francês Route de Roi, que significa "Caminho do Rei".

 

Na década de 1730, Carolina de Ansbach, esposa do rei inglês Jorge II, realizou várias mudanças no parque, incluindo a criação do lago Sinuoso.

Com o passar dos anos, o parque Hyde se tornou um lugar para celebrações nacionais. Em 1814, o príncipe-regente (que, mais tarde, seria coroado como Jorge IV) organizou um lançamento de fogos de artifício, comemorando o fim das guerras Napoleônicas. Mais tarde, foi construído, no parque, o palácio de Cristal, palco da Grande Exposição de 1851.

Em 1855, um grupo reformista usou o parque para fazer protestos, o que ocasionou um grande embate com a polícia. Isso durou até 1872, quando o primeiro-ministro passou uma lei permitindo atos públicos numa parte específica do parque, que ficou conhecida como esquina do Orador. Até hoje, essa é uma área onde qualquer pessoa pode, em princípio, protestar sobre qualquer tópico. Uma das maiores manifestações aconteceu em 2003, quando mais de 1 000 000 de pessoas protestaram contra a guerra do Iraque.

Em 20 de julho de 1982, sete cavalos e oito membros da guarda Real que estavam no parque foram mortos num atentado terrorista do grupo IRA.

Wikipédia

 

Hyde Park is one of the largest parks in central London, United Kingdom, and one of the Royal Parks of London, famous for its Speakers' Corner.

The park is divided in two by the Serpentine. The park is contiguous with Kensington Gardens; although often still assumed to be part of Hyde Park, Kensington Gardens has been technically separate since 1728, when Queen Caroline made a division between the two. Hyde Park covers 142 hectares (350 acres) and Kensington Gardens covers 111 hectares (270 acres), giving an overall area of 253 hectares (630 acres), making the combined area larger than the Principality of Monaco (196 hectares, 480 acres), though smaller than New York City's Central Park (341 hectares, 840 acres). To the southeast, outside the park, is Hyde Park Corner. Although, during daylight, the two parks merge seamlessly into each other, Kensington Gardens closes at dusk but Hyde Park remains open throughout the year from 5 am until midnight.

Hyde Park is the largest of four parks which form a chain from the entrance of Kensington Palace through Kensington Gardens and Hyde Park, via Hyde Park Corner and Green Park (19 hectares), past the main entrance to Buckingham Palace and then on through Saint James's Park (23 hectares) to Horse Guards Parade in Whitehall.

The park was the site of the Great Exhibition of 1851, for which the Crystal Palace was designed by Joseph Paxton. The park has become a traditional location for mass demonstrations. The Chartists, the Reform League, the Suffragettes and the Stop The War Coalition have all held protests in the park. Many protesters on the Liberty and Livelihood March in 2002 started their march from Hyde Park.

On 20 July 1982 in the Hyde Park and Regents Park bombings, two bombs linked to the Provisional Irish Republican Army caused the death of eight members of the Household Cavalry and the Royal Green Jackets and seven horses.

Wikipedia

2,818 views
1 fave
2 comments
Taken on June 17, 2012