new icn messageflickr-free-ic3d pan white
Literatura de cordel | by Luciano Joaquim
Back to photostream

Literatura de cordel

A literatura de cordel é um tipo de poesia popular, originalmente oral, e depois impressa em folhetos rústicos ou outra qualidade de papel, expostos para venda pendurados em cordas ou cordéis, o que deu origem ao nome que vem lá de Portugal, que tinha a tradição de pendurar folhetos em barbantes. No Nordeste do Brasil, herdamos o nome (embora o povo chame esta manifestação de folheto), mas a tradição do barbante não perpetuou. Ou seja, o folheto brasileiro poderia ou não estar exposto em barbantes. São escritos em forma rimada e alguns poemas são ilustrados com xilogravuras, o mesmo estilo de gravura usado nas capas. As estrofes mais comuns são as de dez, oito ou seis versos. Os autores, ou cordelistas, recitam esses versos de forma melodiosa e cadenciada, acompanhados de viola, como também fazem leituras ou declamações muito empolgadas e animadas para conquistar os possíveis compradores.

------------------------------------------------------------------------------------

Cordel literature (Portuguese for "string literature") are popular and inexpensively printed booklets pamphlets containing folk novels, poems and songs, which are produced and sold in fairs and by sidestreet vendors in the northeast of Brazil. They are so named because they are hung from strings in order to display them to potential clients. They form one of the least altered continuations of the Western traditions of popular literature, such as chapbooks, and popular prints.

2,232 views
3 faves
4 comments
Taken on June 20, 2009