new icn messageflickr-free-ic3d pan white
Iemanja | by juliokon
Back to photostream

Iemanja

Homenagem à Iemanjá

 

Já devem ter notado minha predileção por fotografar temas relacionados à cultura popular.

Não por um gosto estético, pictórico ou sociológico ( científico ), mas talvez para entender essa mistura de ingredientes que nos torna uma massa multicultural, porém única.

 

O sincretismo religioso é um grande exemplo disso.

 

Iemanjá é uma divindade africana, um Orixá da cultura Yorubá, de onde vem a devoção a maioria dos orixás do Candomblé e Umbanda.

Ketu, atual Nigéria de cultura Yorubá, acabou se tornando uma nação predominante da diáspora africana, principalmente na Bahia, onde nasceu o culto organizado aos Orixás no Brasil. Além de Ketu, marcam presença as Nações de Angola, Nagô, Jêje e Oyó, além dos povos de cultura Banto, como os Cabinda, que contribuiram com os rituais de devoção e com os tambores e adotaram a denominação Yorubá aos Orixás.

 

No Brasil, pela opressão imposta pela igreja contra a devoção às divindades africanas, os negros relacionaram suas divindades aos Santos católicos, para que pudessem continuar celebrando as festas em homenagem aos Orixás. Misturando isso à cultura indígena, de onde vêm os Caboclos e Caciques guias, nasceu a Umbanda.

 

Iemanjá em questão, Orixá de maior devoção no Brasil, foi identificada com Nossa Senhora. É celebrada em 2 de fevereiro, dia de Nossa Senhora dos Navegantes na Bahia e em 8 de dezembro, dia de Nossa Senhora da Conceição, em São Paulo.

Esposa de Oxalá, senhor da criação, de seu ventre nasceram a maioria dos Orixás Yorubás, identificada portanto, com a maternidade.

Relacionada ao mar ( Senhora dos Mares para a Umbanda ), é lá que se encaminham as pessoas para lhe prestar devoção, levar oferendas e fazer pedidos.

Janaína, de origem Tupi, significa Rainha dos Lares, protetora da maternidade. Também é identificada como Iemanjá.

 

Bem, tudo isso para voltar à foto www.flickr.com/photos/juliokon/326032436/ , do dia do Samba.

A batida dos tambores do Samba e de todos os outros ritmos populares no Brasil, tem origem nos tambores de Orixás. Batidas que identificam as Nações de Angola, Ketu, Jêje, entre outras, são as batidas dos ritmos Brasileiros.

 

Sobre a foto: Fuji Fortia ISO 50, lente 28/75 F2.8 em 35 mm, aproximadamente.

 

English translation:

www.worldlingo.com/wl/translate/pt/result.html?wl_lp=PT-e...

 

5,100 views
19 faves
7 comments
Uploaded on December 18, 2006