O Colecionador de Sacys
EXPOSIÇÃO: O COLECIONADOR DE SACYS(*)
Ficou em cartaz em setembro e outubro de 2014

O Espaço de Leitura teve a honra de apresentar uma grande descoberta que ampliou os horizontes sobre os estudos sacizísticos.
No porão de uma casa do Parque da Água Branca, foram encontradas centenas de espécies de sacys engarrafados, além de um inventário e um testamento, comprovados como de autoria do professor Martins de Sá Sylva Pereira.
Esta coleção inédita revelou a diversidade de sacys que foram encontrados e catalogados pelo professor Sá Sylva. Contemporâneo de Monteiro Lobato, os estudos do professor complexifica a realidade sócio-sacizística estimada inicialmente pelo autor do Sítio do Picapau Amarelo.
A catalogação apresentou uma grande e profunda pesquisa sobre os comportamentos, incidências, hábitos alimentares e culturais sacyzísticos. Existiam espécies registradas desde o século XVII, herança de várias gerações da família do colecionador. A encyclopédia do Sacy era um sonho do Professor Sá Sylva e um legado que contribuiu para o diálogo entre os homens e o encantado.
Nesta exposição, foi possível consultar a pesquisa do Colecionador de Sacys, observar as garrafas e, com um pouco de sorte, até enxergar alguns sacys.

A soltura dos sacys engarrafados foi realizada no dia 1//11.

(*) Sacy é um nome tupi-guarani, por isso foi grafado inicialmente com “y”. Atualmente, após as reformas ortográficas, é grafado com “i”. Alguns saciólogos mantém a escrita original: sacy.

Cenografia: Celophane Cultural
Produção e cenotecnia: Carol Daniele, Fernanda Milani e Renato Ribeiro.

Curadoria: Ruda Andrade
Equipe do Espaço de Leitura.
29 photos · 79 views