new icn messageflickr-free-ic3d pan white

A IDADE

 

Quem de forma justa e sagrada

Passa a vida,

Docemente alimentando-lhe o coração,

Longa vida criando,

A esse acompanha-o a esperança, que

À maioria dos mortais

Rege a tão versátil opinião.

 

Uma das mais belas imagens da vida, o modo como os costumes inocentes preservam o coração vivo, de onde nasce a esperança; esta concede então também à simplicidade um florescimento, com as suas diversas tentativas, e torna ágil o sentido, e tão longa a vida, na sua demora precipitada.

 

Poema de Píndaro traduzido e comentado por Horderlin em alemão, com tradução ao português de Bruno C. Duarte.

486 views
8 faves
6 comments
Taken on February 24, 2011