flickr-free-ic3d pan white

OS SINAIS EXTERIORES

 

As vertigens são as minhas ribeiras vivas. O cansaço é o meu nadar nos nenúfares. A sentinela que tão alto aparece é o meu mal, e o navio que eu vejo nunca iria sangrar pelos escovéns se eu próprio não perdesse as forças.

Postes com cabeça de abutre. Postes duplos. Postes obstinados, quais suicidados de pé. Sei que vocês não anunciam a aproximação a nenhum país. Conheço-vos bem de mais, sabendo o que realmente são, e compreendendo-vos, desolado por vos compreender.

 

Henri Michaux, traduzido por Júlio Henriques

434 views
2 faves
2 comments
Taken on December 11, 2010