new icn messageflickr-free-ic3d pan white
OS TEUS (meus) PÉS | by francileide
Back to photostream

OS TEUS (meus) PÉS

Os teus pés

 

Quando não te posso contemplar

Contemplo os teus pés.

 

Teus pés de osso arqueado,

Teus pequenos pés duros,

 

Eu sei que te sustentam

E que teu doce peso

Sobre eles se ergue.

 

Tua cintura e teus seios,

A duplicada purpura

Dos teus mamilos,

A caixa dos teus olhos

Que há pouco levantaram voo,

A larga boca de fruta,

Tua rubra cabeleira,

Pequena torre minha.

 

Mas se amo os teus pés

É só porque andaram

Sobre a terra e sobre

O vento e sobre a água,

Até me encontrarem.

 

(Pablo Neruda)

 

O poema ensina-nos a cair sobre os vários solos.

O chão sob nossos pés, repentinamente, some, nos engole como areia movediça fosse...

Perdemos os sentidos como numa queda de amor e paixão!

 

E Neruda entende mui bem o que significa o íntimo... a alma, o desejo recôndito.

 

BONS PASSOS...

BOA IDA

BOA VOLTA

A TODOS!

753 views
2 faves
16 comments
Taken on April 10, 2006