new icn messageflickr-free-ic3d pan white

Gruta de Maquiné - Minas Gerais - Brasil

Gruta de Maquiné

Origem: Wikipédia

A Gruta de Maquiné localiza-se em Cordisburgo em Minas Gerais, no Brasil.

 

Foi descoberta em 1825 pelo fazendeiro Joaquim Maria Maquiné, na época proprietário das terras.

 

Considerada como "berço" da paleontologia no país, foi explorada cientificamente pelo naturalista dinamarquês Dr. Peter Wilhelm Lund em 1834, que em seguida, mostrou ao mundo as suas belezas naturais.

 

A gruta possui sete salões explorados, totalizando 650 metros lineares e desnível de apenas 18 metros. O preparo de iluminação e passarelas possibilitam aos visitantes vislumbrarem, com segurança, as maravilhas de Maquiné, onde todo o percurso é acompanhado por um guia local.

 

Maquiné acha-se voltada para o norte e apresenta a forma de um arco abatido com largura de 60 pés e uma altura de 26 pés. A direção principal da caverna é de norte para sul, tendo em sua maior extensão de 1440 pés. É essencialmente horizontal, não subindo coisa alguma e descendo apenas um pouco para terminar-se numa fenda vertical que parece fechar-se pela parte superior. Forma uma galeria contínua com uma largura média de 30 a 40 pés e uma altura de 50 a 60 pés. O elemento principal de sua formação é o carbonato de cálcio, ajudando também outros minerais como: a sílica, gesso, quartzo e o ferro. Suas galerias e salões, verdadeiras estranhezas arquitetônicas são resultado do trabalho formidável da água em persistência de milênios. Dr. Lund permaneceu dentro da caverna quase dois anos fazendo seus estudos sobre a paleontologia brasileira e descobriu restos humanos e de animais em petrificação do Quaternário. Entre outros, foram achados esqueletos de aves fossilizadas com a extraordinária curvatura de até três metros

 

3,285 views
9 faves
55 comments
Taken on September 12, 2010