new icn messageflickr-free-ic3d pan white
Palácio do Itamaraty, Brasília, Brasil - Itamaraty's Palace - Brasília, Brazil - 09-07-2011 - IMG_5816 | by Flávio Cruvinel Brandão
Back to group

Palácio do Itamaraty, Brasília, Brasil - Itamaraty's Palace - Brasília, Brazil - 09-07-2011 - IMG_5816

Palácio Itamaraty

Veja a localização no endereço wiki.worldflicks.org/palácio_do_itamaraty_-_ministry_of_...

 

A seguir, um texto, em português, da Wikipédia, a Enciclopédia Livre:

 

O Palácio Itamaraty[1], também conhecido como Palácio dos Arcos, e os anexos foram projetados pelo arquiteto Oscar Niemeyer. O Palácio foi inaugurado em 21 de abril de 1970. Foi a sede do Ministério das Relações Exteriores, quando dos primórdios de Brasília. Atualmente, três edifícios compõem a sede do Ministério: o Palácio, o Anexo I e o Anexo II, conhecido popularmente como "Bolo de Noiva". O Palácio possui o maior hall sem colunas do mundo, com área de 2.800m².

 

Palácio dos Arcos:

Palácio dos Arcos foi o primeiro nome dado ao edifício, devido aos arcos da fachada. No entanto a tradição do nome Itamaraty foi mais forte e o Palácio seguiu chamando-se Palácio Itamaraty. Em seu interior, possui painéis de artistas como Athos Bulcão, Rubem Valentim, Sérgio Camargo, Maria Martins e afresco de Alfredo Volpi. O paisagismo interno e externo é de Roberto Burle Marx. Em frente ao Palácio do Itamaraty, sobre o espelho d'água, encontra-se a escultura Meteoro, desenhada por Bruno Giorgi.

A pedra fundamental do Palácio foi lançada em 12 de setembro de 1960, no entanto este só foi efetivamente concluído e inaugurado em 1970, devido às dificuldades técnicas para atender às inovações do projeto.

 

Anexo II:

O anexo II que, por sua forma circular, também é conhecido como "Bolo de Noiva", teve sua construção iniciada em 1979 e foi concluído em 1986.

↑ Pelo acordo ortográfico em vigor, o termo deve ser grafado Itamarati, termo que, pelo menos desde o Formulário Ortográfico de 1943, foi atualizado.

 

Projeto de Oscar Niemeyer, é a sede do Ministério das Relações Exteriores, também conhecido como Palácio dos Arcos. À sua frente, sobre a água, está o “Meteoro”, obra de Bruno Giorgi formada por cinco blocos de mármore representando os cinco continentes. Possui jardins internos, várias obras de arte e sua decoração baseia-se no contraste entre o antigo e o moderno.

  

O Palácio do Itamaraty em Brasília é uma obra prima na Esplanada dos Ministérios

da capital do Brasil, a única cidade construída no século XX laureada pela Unesco como

Patrimônio Cultural da Humanidade, em 1989. O Palácio denota o gênio de seus criadores - o

arquiteto Oscar Niemeyer e engenheiro estrutural Joaquim Cardozo, e a ousadia e qualidade dos

profissionais de projeto e construção do Brasil. Baseado em documentos originais e depoimentos

do pessoal envolvido na construção, entre 1963 e 1970, o objetivo deste artigo é recuperar a

história do monumento, evidenciando seus mais importantes aspectos: plantas de arquitetura e do

projeto estrutural e detalhes gerais das técnicas construtivas e materiais. Uma análise estrutural

foi efetuada por meio do programa computacional SAP2000 (1995), que forneceu modelos para o

cálculo dos esforços internos nos elementos, momentos fletores e deslocamentos. O

dimensionamento das colunas típicas de concreto armado e vigas, segundo a norma brasileira

NBR 6118: 2003 (ABNT, 2004), mostrou as armaduras de aço de acordo com os padrões de

segurança, inclusive considerando as prescrições sobre fluência do concreto. Um programa de

avaliação estrutural e diagnóstico do monumento foi realizado, mostrando que a situação presente

da estrutura é adequada. Todavia, a manutenção preventiva imprópria da edificação é um fato

preocupante, como outros monumentos do patrimônio de Brasília, cuja importância exige

especial atenção e planejamento especifico para preservá-los para as futuras gerações. Veja mais sobre "A ESTRUTURA DO PALÁCIO DO ITAMARATY EM BRASÍLIA:

ASPECTOS HISTÓRICOS E TECNOLÓGICOS DE PROJETO,

EXECUÇÃO, INTERVENÇÕES E MANUTENÇÃO" em academic.uprm.edu/laccei/index.php/RIDNAIC/article/viewFi...

 

Itamaraty Palace (Palácio do Itamaraty) is the name of the building of the head office of the Ministry of Foreign Affairs.

Itamaraty is one of Niemeyer's most radiant buildings. The bridge over an enormous ornamental pool dotted with islands of tropical plants leads to one of the largest public art collections in Brazil.

 

The massive 220-square-meter (2,368 sq. ft.) main hall on the ground floor is free of columns and features a 2.3 meter-wide (7.5-foot) spiral staircase without a banister. Athos Bulcão created the embossed marble walls. Burle Marx designed the gardens, featuring plants from the Amazon region, and Bruno Giorgi (the same artist who created the Hanging Angels in the Brasilia Cathedral) carved the sculpture Meteoro from a single four-ton block of Carrar marble, which has been exposed in the water garden in front of the Palace since 1967.

There are also numerous works by other great artists o display, including sculptures by Maria Martins, Victor Brecheret and Alfredo Ceschiatti, and paintings by Portinari, Manabu Mabe and Alfredo Volpi. Foreign artists such as Frans Post, Rugendas and Debret also depict scenes of Brazil's past.

On the upper floor, visitors can see the desk Princess Isabel used to sign the Lei Áurea (the law which abolished slavery in Brazil) in 1888 and a triple-seat bench from Bahia with each of the places curiously baptized as fofoqueira (gossiper), conversadeira (chitchatter) and namoradeira (flirter).

 

Brasilia’s Itamaraty Palace is a masterpiece in the Ministries Esplanade of Brazil’s

capital, the only city built in the XX Century awarded by Unesco as a Mankind’s Cultural

Heritage, in 1989. The Palace denotes the genius of its creators, architect Oscar Niemeyer and

structural engineer Joaquim Cardozo, and the daring and quality of the design and construction

experts in Brazil. Based on original documents and statements of the personnel involved with its

construction, between 1963 and 1970, the purpose of this paper is to recover the monument

history, putting in evidence its most important aspects: architectural drawings, structural design

and general details of construction techniques and materials. A structural analysis was carried out

by means of the computational software SAP2000 (1995), which provided models for the

calculation of elements internal forces, moments and displacements. Calculations of typical

reinforced concrete columns and beams according to the Brazilian code NBR 6118: 2003

(ABNT, 2004) showed the steel reinforcements in agreement with current safety standards,

including if concrete creep is taken into account. A structural assessment and diagnosis

programme of the monument was conducted, showing that its structure present situation is

adequate. However, the building ineffective routine maintenance is a worrying fact, like others

Brasília Heritage monuments, whose importance ask for special attention and specific plans to

preserve them for the future generation.

 

See more about "THE STRUCTURE OF PALÁCIO DO ITAMARATY IN BRASILIA:

HISTORICAL AND TECNOLOGICAL ASPECTS OF THE PROJECT,

CONSTRUCTION, INTERVENTIONS AND MAINTENANCE"

at academic.uprm.edu/laccei/index.php/RIDNAIC/article/viewFi...

See the more at wiki.worldflicks.org/palácio_do_itamaraty_-_ministry_of_...

18,143 views
77 faves
138 comments
Taken on July 9, 2011