new icn messageflickr-free-ic3d pan white
Série com o Martim-pescador-grande, ariramba-grande, caracaxá, cracaxá, martim-cachá, martim-cachaça, martim-grande e matraca (Ceryle torquata) - Series with the Ringed Kingfisher - 05-07-2009 - 623 | by Flávio Cruvinel Brandão
Back to group

Série com o Martim-pescador-grande, ariramba-grande, caracaxá, cracaxá, martim-cachá, martim-cachaça, martim-grande e matraca (Ceryle torquata) - Series with the Ringed Kingfisher - 05-07-2009 - 623

Martim-pescador-grande, fotografado no Parque da Cidade, em Brasília, Brasil.

A seguir, um texto, em português, da Wikipédia, a Enciclopédia livre:

O Martim-pescador-grande (Ceryle torquata) é uma espécie de martim-pescador natural da região do México até a chamada Terra do Fogo, no extremo sul da América. Tais aves chegam a medir até 42 cm de comprimento, possuindo a cabeça e dorso cinza-azulados, nuca e garganta brancas, partes inferiores castanhas. Também são conhecidas pelos nomes de ariramba-grande, caracaxá, cracaxá, martim-cachá, martim-cachaça, martim-grande e matraca.

 

En Español:

El martín pescador grande o martín pescador de collar (Megaceryle torquata) es una especie de ave coraciiforme de la familia Alcedinidae distribuida desde el sur de Texas hasta Tierra del Fuego. En Argentina se distribuye por todo el país con excepción de la zona precordillerana que va de Jujuy hasta Neuquén y la ecozona xerófita del monte.

Tiene un largo total de 36 a 41 centímetros, dependiendo de la subespecie. Tiene la forma típica de los martínes pescadores, pico largo de coloración negruzco, robusto, copete bien marcado. Cabeza y dorso de coloración gris celeste, cresta con línea negra.

Ambos sexos tienen un collar blanco rodeando el cuello, con la garganta de color blanco, el vientre es acanelado rufo, con subcaudales blancas en el macho y rufas en la hembra. Cubierta interna de las alas de color blanco en el macho y rufas en la hembra. Patas parduzcas.

Las hembras son idénticas a los machos, salvo por presentar el pecho de color azul pizarra, separando el blanco de la garganta con el rojizo del vientre y subcaudales (macho subcaudales rojizas), las cubiertas internas de las alas de color rojizo, las distingue en vuelo de los machos que las tienen blancas.

Vive a orillas de arroyos, ríos, lagos, lagunas, esteros, bañados, en zonas suburbanas y urbanas.

Se lo observa de manera solitaria o en parejas. Para alimentarse se zambulle desde la rama de un árbol como todos los Martín pescadores, cuando la turbidez del agua no le permite capturar peces, se alimenta de insectos, anfibios, reptiles o mamíferos. Tiene la costumbre de golear la presa contra la superficie donde se posa (rama, piedra, etc.)

El nido lo construye en barrancas de tierra o arena, tienen 2 metros de profundidad y 15 centímetros de diámetro, al final una cámara donde ponen de 3 a 5 huevos de color blanco. Incuban ambos sexos, los pichones abandonan el nido a los 35 días aproximadamente.

Hay tres subespecies de martín pescador grande:[1]

Referências:

1.↑ Clements, J. F. 2007. The Clements Checklist of Birds of the World, 6th Edition. Cornell University Press. Downloadable from Cornell Lab of OrnithologyMegaceryle torquata stellata (Meyen, 1834) - sur de Chile y Argentina hasta Tierra del Fuego; migrador hasta el noreste de Argentina.

Megaceryle torquata stictipennis (Lawrence, 1885) - Antillas Menores (Guadeloupe, Martinica, Dominica, Grenada)

Megaceryle torquata torquata (Linnaeus, 1766) - del extremo sur de Texas hasta el norte de Argentina; Trinidad; Isla Margarita.

 

A text, in english, from Wikipedia, the free encyclopedia:

 

Ringed Kingfisher

The Ringed Kingfisher (Megaceryle torquata) is a large, conspicuous and noisy kingfisher, commonly found along the lower Rio Grande River valley in southeasternmost Texas in the United States through Central America to Tierra del Fuego in South America.

The breeding habitat is areas near large bodies of water, usually in heavily wooded areas where it finds a perch to hunt from. It is mostly a sedentary species, remaining in territories all year long.

It is 40-41 cm long, with deep blue or bluish-gray plumage with white markings, a shaggy crest and a broad white collar around the neck. Its most distinguishing characteristic is the entire rufous belly, which also covers the entire breast of the male. Females are more colorful than the male, having a bluish-gray breast, and a narrow white stripe separating the breast from the belly.

These birds nest in a horizontal tunnel made in a river bank or sand bank. The female lays 3 to 6 eggs. Both parents excavate the tunnel, incubate the eggs and feed the young.

It is often seen perched prominently on trees, posts, or other suitable watchpoints close to water before plunging in head first after its fish prey. They also eat small mammals, insects, small reptiles and berries.

Their voice is a loud, penetrating rattle given on the wing and when perched.

The Megaceryle kingfishers were formerly placed in Ceryle with the Pied Kingfisher, but the latter is genetically closer to the American green kingfishers.

BirdLife International (2004). Megaceryle torquata. 2006. IUCN Red List of Threatened Species. IUCN 2006. www.iucnredlist.org. Retrieved on 11 May 2006. Database entry includes justification for why this species is of least concern

External links

Stamps for Antigua, Dominica, Nevis, Nicaragua, Suriname

Ringed Kingfisher videos on the Internet Bird Collection

Ringed Kingfisher photo gallery VIREO Photo-High Res

 

Guarda-rios, martim-pescador ou pica-peixe são os nomes comuns dados às aves coraciformes pertencentes às famílias Alcedinidae, Halcyonidae e Cerylidae. No total, o grupo inclui 91 espécies, classificadas em 18 géneros. O grupo está presente em todos os continentes, excepto nas regiões polares e na maioria das ilhas oceânicas.Também vivem em manguezais. A maior diversidade encontra-se nas zonas de clima tropical, em particular na Oceania, enquanto que nas Américas ocorrem apenas seis espécies da família Cerylidae. O grupo habita zonas florestadas, preferencialmente junto de rios ou lagos.

Os guarda-rios são aves de pequeno a médio porte (10 a 46 cm de comprimento), de plumagem colorida e pescoço curto, com cabeça relativamente grande em relação ao corpo e um bico longo e robusto. As asas são arredondadas e a cauda é curta na maioria das espécies. As patas são pequenas e sindáctilas com os dedos frontais fundidos. No adulto, o bico e as patas são bastante coloridos, normalmente em tons de encarnado, laranja ou amarelo. A plumagem é exuberante com frequência de cores azuis ou verdes. A forma do bico varia consoante o tipo de alimentação, sendo achatada lateralmente nas espécies piscícolas ou dorso-ventralmente nas insectívoras. Os guarda-rios que se alimentam no solo à base de frutos têm o bico bastante mais curto. A maioria das espécies não apresenta dimorfismo sexual. Os juvenis são semelhantes aos adultos e distinguem-se pela plumagem menos colorida.

Os guarda-rios são aves monogâmicas que formam casais permanentes na maioria das espécies. Há no entanto exemplos onde o casal reprodutor é auxiliado nos cuidados parentais por membros subordinados do grupo, frequentemente crias da postura anterior. Poligamia ocorre apenas no guarda-rios comum. A frequência de postura, feita sobretudo em cavidades no solo construidas por outros animais, varia de acordo com as espécies e condições ambientais entre 1 a 4 vezes por ano. Cada postura tem em média 3 a 6 ovos, que são incubados por ambos os membros do casal durante duas a quatro semanas. Os juvenis são totalmente dependentes dos pais durante as três a oito semanas seguintes. Quando as crias começam a voar, o casal diminui drasticamente a quantidade de comida que trás aos filhos para os incentivar a procurar alimentos sozinhos. Esta fase dura em média um mês, após o que o casal expulsa as crias do território.

O tipo de dieta dos guarda-rios varia de acordo com a espécie e com as condições ambientais. A maioria é bastante adaptável e consome peixes, insectos ou pequenos vertebrados, existindo também exemplos de guarda-rios frutícolas. As espécies piscícolas contam com o apurado sentido de visão para localizar a presa dentro de água, que caçam através de mergulhos picados. Os guarda-rios adultos não fazem parte da dieta fundamental de nenhum outro animal graças à sua rapidez, mas os ninhos e os juvenis estão mais expostos e podem ser atacados por cobras, doninhas ou primatas. Os predadores conhecidos do grupo são sobretudo aves de rapina.

Os guarda-rios são aves diurnas e sedentárias, havendo no entanto exemplos de espécies parcialmente migratórias. São bastante territoriais que podem ter um comportamento extremamente agressivo para com intrusos, mesmo de outras espécies de aves ou até mamíferos. Os guarda-rios são aves barulhentas com vários tipos de vocalização usadas em diferentes ocasiões, o que sugere alguma forma de comunicação entre membros da espécie.

O IUCN lista 24 espécies de guarda-rios como vulneráveis ou em perigo e não ocorreu nenhuma extinção recente dentro do grupo. Estas aves são no entanto ameaçadas pela redução de habitat, poluição dos rios e envenenamentos por pesticidas.

8,178 views
7 faves
18 comments
Taken on July 5, 2009