DESDE CEDO

    Newer Older

    A luta, depois de respirar, talvez seja a lição mais importante que temos que aprender pois, dela dependemos até o último segundo. A luta pela vida não é algo tão simples e ao longo da existência vamos desenvolvendo formas de resistir às situações que nos são impostas. Lutamos por espaço, pela adaptação ao meio, para nos defender, lutamos por compreensão, contra uma obrigação que não nos representa ou mesmo por uma paixão. Em sociedade, temos lutas políticas, religiosas, econômicas, por segurança e tantas outras ...

    O mais engraçado é que, em determinado momento o ato de lutar passa a ser também brincadeira. E quem disse que brincar não pode ser também um meio de ensinar ou aprender coisas sérias? Para as crianças indígenas Yawalapiti, o Huka-huka ainda é um brincar, mas que tem como fundamento o histórico de luta pela sobrevivência de seus antepassados. Assim, nos prepararam nossos ancestrais e assim também preparamos nossos filhos. E é algo tão instintivo que só nos damos conta quando passamos por alguma situação em que vêm à tona certas possibilidades e até mesmo consequencias.

    Nada se comparava ao olhar de reprovação do meu pai quando eu só pensava em fazer algo errado na infância. Era só um modo de olhar, mas que me fazia pensar duas vezes antes de cometer um erro. Do mesmo modo, minha mãe sempre me fez prever todas as consequencias de uma atitude antes de escolher o melhor caminho. Tudo isso me ensinou a refletir mais sobre a sociedade em que vivo, sobre meus anseios mas, principalmente sobre minhas escolhas, evitando frustrações desnecessárias.

    Gil Alberto, whelanjuan, and 8 other people added this photo to their favorites.

    1. ericrstoner 50 months ago | reply

      Brincando de viver . . . vivendo de brincar.

    keyboard shortcuts: previous photo next photo L view in light box F favorite < scroll film strip left > scroll film strip right ? show all shortcuts