new icn messageflickr-free-ic3d pan white
Ciranda das folhas | by Eduardo Amorim
Back to photostream

Ciranda das folhas

“ ... Vão-se-me os olhos nas folhas tontas

como simbólicos ataúdes

rolando ao nada do teu olvido...

Aqui me encontras... Nunca deserto

do uivo dos ventos e das matilhas

de angústias vindo sem parcimônias...

Chega ao meu rancho, que estou desperto:

- sou veterano de cem vigílias,

sou tapejara de mil insônias...

Aqui estarei... Na erma hora morta,

junto da lâmpada, com que sonho,

não temo estilhas de funda ou arco.

Tuas maretas de porta em porta,

os teus furores de trom medonho

não trazem pânico ao bravo barco ...”

 

Fragmento de “Aqui estou, Senhor Inverno”, de Aureliano de Figueiredo Pinto

Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil

4,430 views
75 faves
149 comments
Taken on April 30, 2010