Migrante cidadão: crianças vítimas de ataque em Pacaraima recebem apoio de brasileiros
Pacaraima, RR - Organização teve que resgatar meninas e meninos perdidos das mães no dia do protesto contra venezuelanos na fronteira de Roraima.
Cerca de 1.200 pessoas teriam sido expulsas de Pacaraima, durante o protestos ocorridos no sábado (18/08), segundo informações do Exército. O protesto foi uma reação de moradores, que pretendiam retirar os venezuelanos que viviam nas ruas da cidade, ao assalto e espancamento do comerciante Raimundo Nonato de Oliveira, no dia anterior.
O comerciante afirma ter sido vítima de quatro venezuelanos. A falsa notícia de que ele havia morrido acirrou os ânimos e contribuiu para radicalizar o protesto. Por determinação do Ministério Público do Estado, a reação dos brasileiros é investigada pela Polícia Civil, que abriu inquérito também sobre o assalto ao brasileiro.
Neste momento, o clima em Pacaraima é classificado por uma “calma fictícia, enganosa”, na opinião do padre Jesus Bobadilla. “O ódio continua aí, brutal”, diz. (Foto: Vandré Fonseca/Amazônia Real)
77 photos · 5 views