new icn messageflickr-free-ic3d pan white
Anoitecendo | by Eduardo Amorim
Back to photostream

Anoitecendo

“...No infinito, qual cristais brilham faceiras,

chinas matreiras, aporreadas pra um gaudério...

São tantas léguas que separam nossas vidas

talvez perdidas na penumbra dos mistérios...

Triste, percebo que a distância mais sentida

é de uma estrela que se foi n'outro domingo,

então me resta o talareio das chilenas

e uma pequena sobre a testa do meu pingo...”

 

Fragmento de “P'ra um gauderiar estreleiro”, de Anomar Danúbio Vieira

Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil

 

20,262 views
233 faves
445 comments
Taken on October 18, 2008