new icn messageflickr-free-ic3d pan white
# Depoimento de Gregório Fortunato 1954 04 | by Luiz Fernando Reis MMF
Back to photostream

# Depoimento de Gregório Fortunato 1954 04

Recordando Depoimento de Gregório Fortunato no Ano de 1954 na Câmara de Deputados. Arquivos do Jornal Última Hora - Arquivo Público de SP.

 

Gregório Fortunato - São Borja, 1900 - 23 de outubro de 1962, foi o chefe da guarda pessoal do presidente brasileiro Getúlio Vargas, também é conhecido como "Anjo Negro", devido ao seu porte físico e sua cor racial.

 

Conheça Meu Site de Matemática ==> www.matematicamuitofacil.com

 

Conheça Meu Canal de Videoaulas de Matemática ==> Canal Matemática Muito Fácil

 

Chefe da guarda pessoal do presidente Getúlio Vargas por dezesseis anos, Gregório Fortunato foi um personagem singular.

Viveu à sombra do poder e nunca almejou mais que isso, mas acabou atraindo para si todas as atenções, durante o que foi talvez o episódio mais dramático da História brasileira.

A crise explodiu quando Carlos Lacerda, o principal inimigo público de Getúlio na década de 50, sofreu um atentado a bala. Apontado como mandante do crime, Fortunato ganhou enorme notoriedade ao transformar-se em pivô da crise política que se seguiu, e que culminaria no suicídio de Vargas, em 1954.

 

Gregório Fortunato nasceu na cidade de São Borja, no Rio Grande do Sul. Filho dos escravos alforriados Damião

 

Fortunato e Ana de Bairro Fortunato. Foi casado com Juraci Lencina Fortunato, com quem teve um casal de filhos.

 

Trabalhou como peão de gado nas fazendas da região, e teve sua aproximação com o clã Vargas em 1932, após participar da Revolução Constitucionalista de 1932 como soldado do 14º Corpo Auxiliar de São Borja (hoje Brigada Militar do Rio Grande do Sul), unidade comandada pelo coronel Benjamin Vargas, irmão do presidente Getúlio

Vargas.

 

Após o fracassado Golpe Integralista contra Vargas, Benjamin criou uma uma guarda pessoal para proteger o

presidente, e ainda recrutou 20 homens de confiança em sua cidade, entre os quais Gregório, que pela sua

confiança e fidelidade se tornou o chefe da guarda até o final do Estado Novo.

 

Me Adicione noTwitter ==> twitter.com/#!/matematicamf

 

"Gregório Fortunato" "Anjo Negro" "presidente Getúlio Vargas" "São Borja" política "História brasileira" "Carlos Lacerda" "Câmara de Deputados" "suicídio de Vargas" "Rio de Janeiro" Brasil "Rio de Janeiro dos anos 1950" 1954 1955 1956 "Anos 1950" "Luiz Fernando Reis" "Última Hora" "Jornal Última Hora" " Arquivo Público do Estado de São Paulo

1,369 views
0 faves
0 comments
Uploaded on November 8, 2014