new icn messageflickr-free-ic3d pan white
Scott Spencer. | by Amanda Rover
Back to photostream

Scott Spencer.

"Finalmente cheguei ao final. Não do amor. Mas de minhas forças pra dizer mais uma palavra(...) Tudo está em seu lugar. O passado descansa, respirando de leve na escuridão. Ele não me prende como prendia; agora eu tenho que esticar a mão para trás para alcançá-lo. É noite, eu estou sozinho e ainda há tempo, mais um momento. Estou de pé num grande palco negro, com um círculo de luz em cima de mim, que é o meu amor por você, resistente. Eu fugi - ou fui expulso - da eternidade e estou de volta ao tempo. Mas dou um passo para fora mais uma vez, para cantar essa área, essa confissão, esse testamento sem fim. Abro os braços, não pra abraçar você, mas para descansar o mundo, o mistério em que estamos presos. Não há orquestra, nem flauta, é um teatro vazio no meio da noite(...) E agora, por essa última vez, eu não me importo e nem me pergunto se enlouquecera: vejo seu rosto, vejo você, você; vejo você em todas as poltronas." - Scott Spencer.

504 views
0 faves
0 comments
Taken on March 25, 2012