new icn messageflickr-free-ic3d pan white
Sarouel | by sissiesmanhotto
Back to photostream

Sarouel

Na versão original, saroual loubia vem do armário dos homens mzabi, a maior fatia das oito tribos representantes do grupo étnico Bérbere (os tuaregues também são Bérberes, por exemplo).

 

Os mzabi moram em oásis no norte do Saara, na Algéria, desde o século 9. São muçulmanos ultra-rígidos: as mulheres vivem cobertas e jamais deixam o oásis. Mas também são conhecidos pelo sistema de irrigação, que permite que tenham água e jardins luxuriantes em pleno deserto (os mzabi construíram cinco cidades, conhecidas como Pentapoli, na encosta do Uadi Mzab, rio que corre apenas uma vez a cada doze anos), pela arquitetura, que chamou atenção de Le Corbusier, viajante na região em 1931, pela joalheria e cerâmica.

 

A Algéria foi ocupada pelos franceses no século 19 e a região dos mzabi só voltou a pertencer aos país africano em 1962.

 

Não é coincidência que Pierre Leroux (1797 - 1871), filósofo, economista, socialista e fundador de jornais e enciclopédias tenha registrado, em 1839, a palavra sérouâl = pantalon bouffant en Afrique du Nort num dos oito volumes da Encyclopédie Nouvelle.

 

Os mzabi passaram para os franceses e os franceses, como bons ditadores da moda, espalharam o vocabulário pelo mundo (você sabe, YSL nasceu na Algéria, em 1936, e três décadas depois as mulheres estavam enlouquecidas por um saharienne).

 

Sarouel, saroual virou sinônimo de qualquer pantalon bouffant.

 

1,398 views
1 fave
0 comments
Taken on November 16, 2008