Ocupação do MTST / Porto Alegre-RS
Cheguei lá bem no final do dia, ou seja, na hora exata em que quase todos os ocupantes presentes foram se juntar no barraco principal para uma reunião de coordenação.
Aquele terreno imenso pareceu então se transformar numa ocupação fantasma, viva e deserta ao mesmo tempo, sob a luz misteriosa de um pôr do sol nublado.
Confesso que eu tive um certo receio ao avaliar a hipótese de andar sozinha no meio de tantos barracos vazios que o vento ameaçava aleatoriamente.
Mas tive a sorte de ser resgatada por dois anjos de 7 e 9 anos, guias credenciadas da ocupação que me levaram pra lá e pra cá com um entusiasmo incansável. E quando me arrisquei a puxar a câmera - algo que eu nem costumo fazer numa primeira visita - elas se empolgaram mais ainda. "Olhaí! Tira foto disso" "E daquilo" "Não assim! Olha, com os barracos na frente e a cidade atrás!" "Essa luz ficou bonita, não ficou?" "E a cozinha, você registrou? ... Temos que voltar pra lá então!""E rápido! Que tem mais coisa para ver!"
...
Eu queria poder prometer de voltar logo, mostrar para elas como ficaram as fotos, mas já estava nos meus últimos dias em Porto Alegre. Só espero que no nosso próximo encontro, essas gurias corajosíssimas, que nem de fantasma têm medo, tenham uma casa nova para me fazer visitar.
20 photos · 9 views