CASTRO DAIRE
Castro Daire

Município português, pertencente ao distrito de Viseu, compreendendo 22 freguesias (Almofala, Alva, Cabril, Castro Daire, Cujó, Ermida, Ester, Gafanhão, Gosende, Mamouros, Mezio, Mões, Moledo, Monteiras, Moura Morta, Parada de Ester, Pepim, Picão, Pinheiro, Reriz, Ribolhos e São Joaninho). Em termos demográficos, a população, em 1991, era de 18 200 residentes para uma área bruta de 383 km2, e a variação da população residente entre 1960 e 1991 foi de -27%.

A economia municipal assenta na indústria agro-pecuária e silvícola, destacando-se a importante área vinícola.

Localizada a uma altitude de 568 m, a sudeste da serra de Montemuro e a sudoeste da cidade de Lamego, a vila de Castro Daire é sede de município e registava uma população de cerca de 1300 residentes em 1991.

património

O património mais importante inclui: a igreja paroquial e o pelourinho; a igreja românica de Ermida (século XIII, apresenta modilhões e capitéis); as ruínas de um castro, que já existia à altura da romanização, conhecido por Portas de Montemuro. O património natural mais significativo é constituído pela serra de Montemuro.

história

Castro Daire foi habitada pelos romanos; por lá passava a via militar que ligava Viseu a Lamego. Pensa-se que a igreja local está instalada no local onde existia o castro que deu origem ao topónimo. E, segundo a tradição local, não documentada, o templo terá sido construído com pedras do próprio castro. Ainda segundo a tradição oral, existiu nos arredores da vila um hospício pertecente aos Templários.

D. Manuel I concedeu-lhe foral em 1514.
43 photos · 14,658 views