ALENQUER
Alenquer

Município português, pertencente ao distrito de Lisboa, composto por dezasseis freguesias (Abrigada, Aldeia Galega de Merceana, Aldeia Gavinha, Alenquer-Santo Estêvão, Alenquer-Triana, Cabanas de Torres, Cadafais, Carnota, Carregado, Meca, Olhalvo, Ota, Pereiro de Palhacana, Ribafria, Ventosa e Vila Verde dos Francos). Em termos demográficos, a população, em 1991, era de 34 100 residentes para uma área bruta de 302 km2, e a variação da população residente entre 1960 e 1991 foi de -3%.

A agro-pecuária (com uma importante área vinícola), as indústrias extractiva, têxtil, de curtumes e gráfica são essenciais para a economia municipal. Existe no município a base aérea da Ota.

A vila de Alenquer localiza-se a nordeste de Lisboa, é sede de município e registava, em 1991, uma população de cerca de 3900 residentes.

património

Em termos de património edificado, destacam-se o convento de São Francisco, a igreja de São Pedro (que guarda o túmulo de Damião de Góis), o Castro da Pedra de Ouro (datado de 3000 a. C.) e a igreja de Santa Maria da Várzea.

história

Alenquer foi conquistada aos mouros por D. Afonso Henriques, em 1148, e por ele reedificada e repovoada. Nela mandou D. Sancho I erguer o palácio real, mais tarde convertido no convento de São Francisco, e do qual resta apenas o pórtico romano-gótico. D. Sancho I doou a vila a sua filha, D. Sancha, que lhe concedeu o primeiro foral, em 1240. Em 1302, D. Dinis renovou-o e, em 1510, D. Manuel reformou-o novamente.
53 photos · 22,878 views